Desmistificando a Hipnose Clínica



O que é a Hipnoterapia?


Olhe para a palavra “hipno-terapia” e você verá que ela é uma combinação de duas palavras. Hipnose e Terapia. Ela é uma terapia complementar que explora o poder da hipnose. Mas, o que é exatamente a hipnose? Hipnose é uma técnica que instala sugestões positivas em sua mente inconsciente. Com as sugestões corretas, é possível alterar:


  • A maneira como você pensa;

  • A maneira como você se sente;

  • A maneira como você se comporta.


É por isso que a hipnoterapia é uma ferramenta tão eficaz para promover mudanças na prática clínica. Porque se você pode mudar seus pensamentos, seus sentimentos e seu comportamento. Você pode resolver coisas que antes pareciam impossíveis, superando grandes obstáculo.


A hipnoterapia pode ajudar em todas as situações a seguir:

  • Vícios

  • Obsessões

  • Compulsões

  • Controle de raiva

  • Depressão

  • Distúrbios alimentares

  • Construção de confiança

  • Aumento da auto-estima

  • Alívio da ansiedade

  • Síndrome do cólon irritável (ou síndrome do intestino irritável)

  • Transtorno do estresse pós-traumático (TEPT)

  • Medos e fobias

  • O manejo da dor

  • Questões sexuais

  • Relaxamento

  • Gagueira

  • Zumbido

  • Síndrome do Pânico

  • Problemas de sono

  • Redução do estresse

  • Perda de peso

É uma lista grande, não é mesmo?

Tão grande que nos faz questionar… como ela pode ser tão eficaz? Como a hipnoterapia pode tratar TODAS essas coisas?

A resposta é simples:

A Hipnoterapia atinge o interior de todos os problemas. Ela ignora a sua mente consciente (crítica) e assim é possível comunicar diretamente com seu inconsciente. Ela pode ajudar a mudar seus pensamentos, sentimentos e comportamentos de dentro para fora.

Quais são os 2 principais tipos de hipnose e suas características?


A hipnose terapêutica pode abordar a raiz do seu problema – não apenas os sintomas – e te ajudar a lidar com eles.


Hipnose em Conjunto com outras técnicas

Se você já faz algum tipo de terapia saiba que integrar a hipnose ao processo terapêutico pode trazer uma velocidade e completude, combinar outras abordagens com a hipnose para obter melhores resultados pode ser um excelente escolha, respeitando é claro a particularidade de cada caso.


Ao contrário do que muitos pensam, as terapias integrativas ou práticas complementares como a hipnose merecem ser integrada ao processo em prol do bem-estar do cliente, em nenhum momento vem para substituir ou anular outros profissionais/tratamentos.


A PNL, por exemplo, muitas vezes combina suas técnicas com a hipnose e a auto hipnose.

A Terapia Cognitiva Comportamental tem provado ser mais eficaz quando utilizado em conjunto com a hipnose e a auto hipnose. Mesmo a psicanálise funciona melhor quando utilizada em conjunto com a hipnose. Por ser um processo mais longo e demorado de autoconhecimento, a hipnose pode ser utilizada pontualmente para te colocar em contato com sua mente inconsciente. Como sabemos, o inconsciente é o lugar onde todas aquelas memórias e conflitos são armazenados. Com isso, é mais fácil resolver os problemas.

Não há riscos reais para o paciente

O tratamento é direcionado ao inconsciente da pessoa, ou seja, não é uma técnica invasiva. Também é totalmente livre medicamentos. Após uma avaliação preliminar da situação do paciente, o terapeuta saberá qual tratamento seguir. E, ao contrário do que algumas pessoas pensam, não há risco algum, pois a hipnose é uma técnica segura e individualizada.

Não há efeitos colaterais

Ao se submeter ao tratamento, os pacientes não sofrem dores nem reações adversas. Qualquer um pode se consultar em qualquer hora do dia, seja antes do expediente ou entre uma atividade e outra.

Além disso, não há contraindicações. Qualquer pessoa com problemas que estejam ao alcance da hipnose pode se beneficiar do tratamento.


Confira a disponibilidade e agende sua sessão!